Domingo, 20 de Maio de 2007

Relembrando...


Grupo dos Amigos de Olivença


www.olivenca.org

Divulgação 06-2007


206 anos de ocupação de Olivença

Em 20 de Maio de 1801 - vão passados 206 anos! - Olivença foi tomada pelo exército espanhol.
A NOBRE, LEAL E NOTÁVEL VILA DE OLIVENÇA encontra-se, desde então, sequestrada pelo país vizinho.

Sustentando publicamente a posição político-diplomática e o direito constituído do nosso país (Olivença é, de jure, território de Portugal, não obstante encontrar-se, de facto, sob administração espanhola), o Grupo dos Amigos de Olivença vem pugnando, há largas dezenas de anos, pela discussão e resolução da Questão de Olivença, com a natural retrocessão do território a Portugal.

Percebendo a delicadeza que a Questão de Olivença apresenta no relacionamento peninsular, esta Associação entende que só a assunção frontal, pública e desinibida do diferendo pelo Estado português, colocando-o na agenda diplomática luso-espanhola, permitirá ultrapassá-lo e resolvê-lo com Justiça.

Pedindo às Autoridades nacionais que tomem as medidas necessárias para a manutenção da Cultura Portuguesa em Olivença, esta Associação exorta os portugueses, detentores da Soberania Nacional, a sustentarem e defenderam uma Olivença portuguesa, repudiando dois séculos de alheamento e dando satisfação à História, à Cultura, ao Direito e à Moral.

Lisboa., 20-05-2007
A Direcção/Grupo dos Amigos de Olivença
 

Rua Portas S. Antão, 58 (Casa do Alentejo), 1150-268 Lisboa
www.olivenca.org - olivenca@olivenca.org
Tlm. 96 743 17 69 - Fax. 21 259 05 77

Jornal de Olivença editou às 09:04

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De blopesdarocha a 23 de Janeiro de 2008 às 11:22
Publiquei este texto no fórum europeu de discussões
União Europeia e o nacionalismo das nações ibéricas
Eu considero a U E, como algo que dá a todos os europeus a sensação de igualdade. A Europa de pequenos estados como sempre foi, tem focos que são antros de rixas antigas que certamente teriam gerado novas guerras se não prevalece-se a ideia de união monetária e política com garantia das culturas e do território total de cada nacionalidade. Eu me sinto bem como cidadão da comunidade europeia , mas jamais aceitaria o a união ibérica, pois, nesse caso, consideraria Portugal como mais uma colónia de Castela. No caso da U E, nenhum País se considera como colónia. Gostaria que a U E, incluísse todos os países europeus, mesmo aqueles que tem parte do seu território no continente asiático. Afinal a Europa é uma parte separada da Ásia pelos Montes Urais que não podem ser marco divisório. A principal causa desta mensagem não é o alargamento que não trará problemas. O problema pode estar nas pequenas irregularidades como o caso de Olivença que nos foi tirada numa guerra suja comandada por Godoy com cumplicidade de Napoleão.
A Espanha representa ou é um perigo porque não é real. É uma federação forçada por não ser como a grã Bretanha que não disputa a copa do mundo . A Grã-Bretanha respeita os direitos fundamentais da Escócia, Pais de Gales, Irlanda do Norte e Inglaterra e, por isso, sempre será o reino Unido. A Espanha – Castela expandida - parece considerar as nações ibéricas como dependentes do governo dos Iberistas sediados em Madri Gostaria que Viriato, ou mesmo os romanos tivessem unido a Península, pois, na atualidade, está mais para desmembramento. A pretensão de Saramago e demais iberistas é princípio de traição porque favorece a capital –Madri- onde mora o perigo. Se os iberistas tiverem êxito não haverá perigo para a U E, mas pode haver uma guerra peninsular do tipo – guerrilha – que parece a única solução para retificação de fronteiras. Se acontecer, poderá levar a outras guerras pois, Olivença não é o único problema dentro da U E. Eu acho que seria bom criar um departamento na comunidade para ouvir os descontentes com as fronteiras alteradas por casamentos reais e guerras. Esse departamento teria a função de desarmar a mentalidade dos nacionalistas fanáticos que jamais se calarão ou deixarão de agir, pois o tamanho do inimigo não tem o poder de apagar o sentimento de desforra das humilhações sofridas pelos antepassados prejudicados.. Agrupamento de naçôes anexados, - Ibéria – não tem sentido legal, dentro de um de um agrupamento maior, já existente - U E- por adesão voluntária. Essa adesão é legal. A Ibéria é um sonho de Castela que não se conforma com a independência de Portugal. Uma cimeira Ibérica só poderia assim ser considerada se tivesse representação de cada nação Ibérica existente antes de 1492
lopesdaro@sapo.pt

Comentar post

Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Defendendo Olivença

Em defesa do português Oliventino

Olivença back to Portugal

pesquisar

 

Arquivos Recentes

Cimeira Luso-Espanhola, e...

Divulgação GAO 09-2008

Aniversário da ocupação d...

200 anos sobre o Manifest...

se ha creado en Olivenza ...

Divulgação 03/08 da GAO

Divulgação GAO 02-2008

Carta Aberta ao Senhor Pr...

SÓCRATES E OLIVENÇA

XXIII Cimeira Luso-Espanh...

Arquivos

Janeiro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Sites por Olivença


Grupo dos Amigos de Olivença    

Olivença,Olivenza    

Zolmer Xu Homepage    

PORTUGAL LIVRE

Foruns por Olivença


Forum Olivença     

Forum Defesa     

Grupos por Olivença


Grupo Olivença

Grupo Olivença é portuguesa (MSN)

Blogs por Olivença


Olivença é Portuguesa

Olivença é Portugal

Solidários a Olivença


Sonho Alentejano

EU acredito em Portugal

Viver Livremente

Beja

Um bolíndri na tarrafa

Estou no...


Estou no Blog.com.pt

E você, blogaqui?



blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags